PUBLICAÇÕES RECENTES

Prefeitura e roqueiros de Santa Inês realizam o “Santa Rock City” neste sábado, 25.

24 de julho de 2015

Motivados pelo Dia Mundial do Rock, celebrado no dia 13 de julho, roqueiros de Santa Inês não poderiam deixar de comemorar. Bandas e adeptos desta ramificação cultural, em parceria com a Prefeitura de Santa Inês, promovem - neste sábado (25) - o "Santa Rock City". O evento será realizado na Praça Viva Lobato, na Rua da Bacabeira, a partir das 20h e é aberto ao público. 
A prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura de Santa Inês, garantiu toda a estrutura de som e palco e as bandas se comprometeram em realizar o espetáculo. Isso foi confirmado em reuniões realizadas ao longo deste mês com o Secretário Carlos Daffé e o adjunto de Cultura, Paulo Rodrigues. 

A escolha do local não foi mera coincidência. A intenção é mostrar para a sociedade que o rock é um movimento cultural e, portanto, merece ser visto como tal. O que acabou influenciando também a escolha do nome “Santa Rock City” para evidenciar que há não somente público para o estilo, como também artistas propagadores do rock. "Em outras palavras, a ‘cidade santa também é rock’", enfatizou Pepero Caldas, um dos grandes entusiastas do movimento.

As bandas a se apresentar são todas da cidade e contemplam vários estilos do rock, conforme ordem de apresentação já estabelecida para o evento:

JOJOH E OS DINOSSAURUS – como o próprio nome sugere, é formada por músicos com certa experiência. Toca rock nacional, com destaque os oitentistas;

METANARK - banda que toca o estilo heavy metal. No repertório, mescla de clássicos do estilo com canções próprias. 

BAGAGEIRA URBANA – outra banda que prioriza o rock nacional clássico. 

INFLUENZA A – A banda é a única do estilo punk na cidade. Há membros da primeira banda punk que existiu em Santa Inês chamada Horda. Eles fazem um resgate do estilo. 

TOXICOMA – em processo de finalização da primeira demo, a banda atualmente é a única do estilo thrash metal. De todas as outras da lista é a considerada mais pesada.

PUBLICIDADE

UEMA realiza Seminário de Estágio Supervisionado voltado para a Educação Infantil

Nos mês de julho a Universidade Estadual do Maranhão, por meio da Diretoria do Curso de Pedagogia a distância, realizou o I Seminário de Estágio Supervisionado: Educação Infantil.

Durante os seminários, acadêmicos do 6º período socializaram com os presentes, por meio de exposição oral, as descobertas, criações e as práticas pedagógicas desenvolvidas nas creches e pré-escolas durante o período de estágio. Foram expostos, ainda, os portfólios com as produções coletivas e individuais, bem como os recursos didáticos e objetos confeccionados ao longo do estágio. 
“A ideia foi encerrar o estágio dos alunos em educação infantil. Vários assuntos foram explanados, como brincando e aprendendo com as vogais, aprendendo com a música e etc. E foi um momento foi de extrema importância, porque houve interação, compartilhamento e obtenção de conhecimento”, disse a Diretora do Curso de Pedagogia a Distância da Universidade, Profa.Heloísa Varão.

A acadêmica do curso, Antonia de Jesus Dutra, destacou a importância do estágio até chegar aos seminários. “O estágio supervisionado foi essencial no processo de formação de cada acadêmico, primeiramente pela oportunidade de avaliar o processo educacional na teoria e a prática, abordando as dificuldades e vivenciando a realidade do ensino. De igual modo foi importante acompanhar a rotina da escola e a metodologia empregada pelos professores, o que acrescentou ainda novos conhecimentos além do adquirido em sala de aula, tendo, portanto, uma visão atual do ensino e da escola, havendo, assim, uma troca de experiências com métodos eficientes para minha caminhada como educadora”, realçou ela.
O estágio
O estágio, iniciado em abril, constou de oficinas e projetos escolares, abrangendo todos os polos da Universidade, que ofertam o curso. Cada projeto abordou uma temática e foi acompanhado pelo Supervisor de Estágio, professora da disciplina, tutores presenciais e a distância e coordenadores dos polos.

O estágio desenvolveu-se a partir da seguinte metodologia: observação; elaboração e realização de projetos; planejamentos; confecção de recursos; regências de classe; socialização dos resultados. Os acadêmicos analisaram como positivos os seguintes pontos: aprimoramento da prática; socialização de experiências; crescimento profissional e intelectual.

(UEMANET/UEMA)

Prefeitura organiza VI Conferência Municipal de Assistência Social


A Prefeitura de Santa Inês, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, organizou nessa quarta-feira (23), a VI Conferencia Municipal de Assistência Social, na Igreja Assembleia de Deus.

A VI Conferência Municipal de Assistência Social teve como tema: Consolidar o SUAS de vez, Rumo a 2026, com o lema: “Pacto Republicano no SUAS rumo a 2026 – O SUAS que temos e o SUAS que queremos”. O Sistema Único de Assistência Social (Suas) é um sistema público que organiza os serviços socioassistenciais no Brasil, coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS. O Suas organiza as ações da assistência social em dois tipos de proteção.

A primeira é a Proteção Social Básica, destinada à prevenção de riscos sociais e pessoais, por meio da oferta de programas, projetos, serviços e benefícios a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social. A segunda é a Proteção Social Especial, destinada a famílias e indivíduos que já se encontram em situação de risco e que tiveram seus direitos violados por ocorrência de abandono, maus-tratos, abuso sexual, uso de drogas, entre outros aspectos.
A representante do Conselho estadual de Assistência Social, professora Vera Jordão destacou o empenho do Prefeito Ribamar Alves por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, presente na conferência, e ressaltou que a pauta principal da conferência é avaliação de 10 anos de atuação do SUAS, seus avanços e as políticas implantadas durante esse tempo, e propor diretrizes para o Plano Decenal 2016 – 2026.

Prefeitura de Santa Inês antecipa feriado da Adesão do Maranhão à Independência do Brasil


Através do Decreto de número 395, a Prefeitura de Santa Inês antecipa o feriado da Adesão do Maranhão à Independência do Brasil. Pelo calendário, o feriado é dia 28 de julho. Pelo decreto, a data será cumprida na segunda-feira, dia 27, quando os órgãos municipais estarão fechados. 
A Prefeitura informa que na terça-feira, 28, o atendimento funcionará normalmente.

Justiça declara inelegíveis políticos de Maranhãozinho


A Justiça Eleitoral declarou, no dia 14 de julho, inelegíveis por oito anos o prefeito e o vice de Maranhãozinho, José Auricélio de Morais Leandro e Raimundo Tarcísio de Lima, por compra de votos na eleição de 2012. A decisão atinge, ainda, o ex-prefeito Josimar Cunha Rodrigues, conhecido como Moral da BR, atual deputado estadual, que à época estava à frente da administração municipal. 
Josimar do Maranhão é, atualmente, deputado estadual
A pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE), os atuais gestores municipais tiveram seus mandatos cassados, mas a Justiça os manteve nos cargos até o julgamento final da Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Segundo a denúncia do MPE, os acusados praticaram captação ilícita de sufrágio ao distribuir materiais de construção e outros benefícios aos eleitores. Além disso, eles utilizaram veículos da Prefeitura de Maranhãozinho para entregar parte do material. 

INVESTIGAÇÃO
Durante a investigação, iniciada com base na denúncia de uma eleitora, foi constatada grande quantidade de materiais de construção na frente das casas e com propaganda de apoio ao atual prefeito e vice. 

O Poder Judiciário expediu mandado de busca e apreensão, em 5 de outubro de 2012, nos estabelecimentos Santa Rosa Construções, Casa Rodrigues, AP Construções e Casa Rodrigues, além da residência de Jiordana Pamela de Sousa Rocha, funcionária da Prefeitura de Maranhãozinho acusada de operar o esquema de compra de votos. 

Na casa da servidora municipal, foram apreendidos um computador e um caderno, contendo nomes e endereços de eleitores que receberam materiais de construção, com a descrição do número de tijolos, telhas, sacos de cimento e referências aos dias de visita.

Em nova apreensão na Casa Rodrigues, em 1º de novembro, foi localizado um caderno de anotações com o nome “Auricélio” na capa, contendo 253 notas fiscais série D e 47 notas de entrega com carimbo de pagamento do Comercial Duarte. 

Segundo a denúncia do promotor de justiça eleitoral Hagamenon de Jesus Azevedo, que à época atuava na 101ª Eleitoral, o candidato José Auricélio realizou, durante a campanha, visitas a diversas residências de eleitores, sempre acompanhado de Jiordania Rocha. Ela tinha a função de anotar as solicitações dos eleitores e os pedidos de vantagens pessoais.

Para averiguar a compra de votos, o MPE ouviu os eleitores da lista apreendida, e estes confirmaram o recebimento de materiais de construção e as promessas que seriam atendidas após a votação. 

Ao deporem na sede do Ministério Público, a maioria dos eleitores foi acompanhada de um advogado da Prefeitura de Maranhãozinho, constrangendo-os nos depoimentos. Duas testemunhas negaram, na presença do promotor eleitoral, que tivessem contratado o advogado.

O MPE também comprovou que a Casa Rodrigues, de propriedade de Claudenir Sousa Rodrigues, foi fornecedora de materiais de construção para a Prefeitura de Maranhãozinho, em todas as gestões de Josimar Rodrigues. Ele foi prefeito por três vezes. 

Além da decretação de inelegibilidade, a promotora de justiça Laura Amélia Barbosa, atual titular da Comarca de Governador Nunes Freire, da qual Maranhãozinho é termo judiciário, também pediu ao Poder Judiciário a condenação do ex-prefeito por abuso de poder econômico e político. 

Cotas raciais é tema de audiência pública em Santa Inês

23 de julho de 2015


A Secretaria de Estado de Igualdade Racial promoveu uma audiência pública nesta quinta-feira, 23, com os movimentos sociais, quilombolas e a classe política e educacional de Santa Inês sobre o projeto defendido pela pasta que cria cotas raciais nos concursos públicos estaduais. No evento realizado no auditório da Prefeitura foi apresentado o Projeto de Lei (PL) elaborado pela Secretaria, que trata da adoção desta política afirmativa pelo Executivo Estadual, o qual foi amplamente debatido.
Segundo a professora Maria Zuila de Sousa Silva, gestora da unidade recional de educação de Santa Inês, “no Maranhão o negro ainda é excluido do processo educacional, desde a primeira infância até a universidade, portanto, criar cotas para acesso ao emprego público, significa também fortalecer a formação acadêmica da comunidade negra, dos quilombolas, para ocupar os espaços sociais e de trabalho”.

A quilombola Vânia Rafaela Borges, que também faz parte da coordenação municipal de PIR, disse ser “muito a favor das cotas, não que sejam – as cotas - um favor do Estado para os negros, mas o símbolo de conquista da lutas pela igualdade racial, por mais espaços na sociedade, nas universidades e uma forma de vencer o preconceito e a discriminação”.
O projeto de lei foi defendido pelo secretário Gerson Pinheiro, que enfatizou: “O racismo está presente de várias formas na sociedade; desde o tratamento social diferenciado, até o acesso desigual a oportunidades de educação, renda e trabalho; isto porque não há iguais condições de formação educacional e de trabalho para os candidatos da etnia negra. E o Estado tem de reparar esse desequilíbrio através de políticas de ação afirmativa”, argumentou o secretário. “E o nosso governador Flávio Dino está muito favorável a este projeto, porque ele resgata o negro e a negra maranhenses para os colocarem numa posição de cidadão e cidadã, pessoas que construiram este país e este Estado”, enfatizou o secretário.

PUBLICIDADE
Pelo projeto de lei apresentado para o povo de Santa Inês, o governo do Estado criará uma reserva aos negros de 30% (trinta por cento) das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública estadual, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista controladas pelo Estado do Maranhão. Prevê ainda que somente poderão concorrer às vagas reservadas pelas cotas os candidatos negros que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição no concurso público e que os candidatos que não façam esta autodeclaração ficarão submetidos às regras gerais estabelecidas no edital do concurso.

Quanto ao percentual de trinta por cento expresso no projeto de lei o secretário explicou que “o Brasil tem 50,7% de negros na sua população, segundo o IBGE 2010 e no Maranhão, o percentual de negros na população é de 76,2%, ou seja, mais de três terços da população é de pretos e pardos; logo achamos justo que o percentual seja maior”.

Este mesmo tema foi debatido com a sociedade dos municípios de Imperatriz, Bacabal e Codó e, segundo o secretário Gerson, continuará nas grandes cidades do Maranhão, culminando com a realização ainda este ano da audiência pública na capital São Luis.

(Assessoria de Comunicação da SEIR)

Com incentivo é assim: Santa Inês faz bonito na etapa regional dos JEMs, em Pinheiro


Santa Inês tem dois representantes de peso no futsal masculino com passaporte carimbado para a final da etapa regional dos Jogos Escolares Maranhenses, realizada na cidade de Pinheiro. 
Os garotos da Escola Professor João Alípio venceram a equipe de Peri-Mirim por 3 a 1 nesta quinta-feira (23) e garantiram vaga na decisão do infantil. 
Já na categoria infanto, quem tem se destacado nas quadras da cidade Pinheiro é o time masculino do Caic de Santa Inês. Também nesta quinta, os jovens derrotaram os donos da casa por 3 a 2. O jogo foi disputadíssimo, mas quem levou a melhor foram os visitantes.

O diretor do Departamento de Esportes do município de Santa Inês, Edeílson "Gafanhoto", acompanha in loco a atuação dos representantes da Princesa do Vale e não esconde a emoção e satisfação ao ver o resultado de toda dedicação dos jovens atletas. "Fico muito feliz ao ver nossas equipes fazendo bonito em quadra. Não é fácil... o nível é alto, mas nossos atletas estão preparados"
Delegação de Santa Inês com o secretário estadual de Esportes do Maranhão, Márcio Jardim
Gafanhoto tem razão no que diz. Ser atleta em Santa Inês, há poucos anos, não era para qualquer cidadão. Não havia investimentos no esporte - fosse qual fosse a modalidade. 
As coisas mudaram e o esporte amador no município ganhou espaço e incentivo. O resultado desse investimento são crianças e jovens longe das drogas, evasão escolar despencando e atletas sendo revelado para o cenário esportivo profissional do estado. O Esporte em Santa Inês foi democratizado.

"Agradeço, primeiramente, a Deus e, em seguida, ao prefeito Ribamar Alves pela confiança que tem em nossos atletas e no nosso trabalho. Esse é o 'Governo da Gente!'"

A etapa Noroeste dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2015teve início no último sábado (18) na cidade de Pinheiro. 

O que é esse Kepler-452b sobre o qual todos falam?



Cientistas da Nasa descobrem novo planeta similar à Terra

"Todos os ingredientes e as condições de vida necessárias devem existir nele", afirmou líder da equipe

Ilustração compara a Terra (esq.) ao Kepler-452b (dir.)Foto: NASA/JPL-Caltech/T. Pyle / Divulgação
Integrantes da missão Kepler, da Nasa, anunciaram nesta quinta-feira (23) a descoberta de um planeta em potencial zona habitável que, além de ser similar à Terra, orbita uma estrela que é similar ao sol. A descoberta, junto ao aparecimento de outros 11 candidatos a pequenos planetas, segundo a empresa, representa mais um marco na jornada para encontrar "outra Terra".

Chamado de Kepler-452b, o planeta é 60% maior que a Terra. Sua composição não foi determinada, mas pesquisas anteriores sugerem que tem grande chance de ser rochoso. Segundo comunicado, ele demora 385 dias para dar uma volta completa ao redor de sua estrela, a Kepler-452, que tem 6 bilhões de anos (1,5 bilhão a mais que o sol).

"Podemos pensar no Kepler-452b como um primo maior e mais velho da Terra, o que proporciona oportunidade para entender e refletir sobre o ambiente em evolução dela", disse Jon Jenkins, analista de dados do centro de pesquisa em Moffett Field, Califórnia, que liderou a equipe.

"É inspirador considerar que esse planeta passou 6 bilhões de anos na zona habitável de sua estrela; mais do que a Terra. Isso é oportunidade substancial para a vida a surgir, todos os ingredientes e as condições de vida necessárias devem existir nele", completou.

Creches de Santa Inês antecipam preparativos para a Semana da Pátria


Parece ainda distante o dia 7 de setembro... e, realmente, não está tão perto, mesmo! No entanto, programação, organização e dedicação são sobrenomes dessa turma de coordenadores, gestores e professores das 7 creches municipais de Santa Inês. Eles passaram toda essa quarta-feira (22) reunidos em Oficina Pedagógia realizada na pré-escola Maria Cristina, no bairro Aeroporto. O encontro produtivo foi mais uma etapa do processo de preparação do desfile da Independência. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) antecipa os trabalhos e anuncia grandes surpresas para o evento deste ano.
Nesta segunda etapa da oficina, também voltada aos servidores da Educação Infantil, a professora Leonilde Pinto ministrou palestra sobre valores. Respeito, sabedoria, perdão e amor ao próximo são algumas das lições que serão trabalhadas, de modo mais intenso, a partir de 1º de agosto, em sala de aula para as centenas de crianças matriculadas nas creches do município. 
Como trabalhar valores em sala de aula? São inúmeras as respostas para esse questionamento, mas a decisão unânime foi de abordar os temas de maneira lúdica para que as crianças absorvam conhecimento com mais prazer e dedicação.
Partindo dessa decisão, criatividade não faltou. Assim como na primeira etapa, realizada na quarta-feira da semana passada (15) na pré-escola Marcelina Nóia (reveja aqui), os profissionais da Educação puseram a mão na massa e confeccionaram dezenas de recursos lúdicos que serão utilizados em sala de aula, com os pequenos estudantes.

Todo o material confeccionado está relacionado, diretamente, a valores bíblicos. Afinal, como já antecipamos aqui, o desfile da Independência do Brasil, em Santa Inês, levará para a avenida histórias tiradas da Bíblia. 
Sob o tema "Idependência, História, Educação e Cultura: Resgatando Valores para a Construção de uma Sociedade mais Humanizada", cerca de 400 crianças desfilarão na Praça da Matriz divididas em pelotões caracterizados e levando ao público mensagens bíblicas.
Todo o material confeccionado por professores e gestores da Educação Infantil será exposto em praça pública (em data ainda a ser definida) para que a população de Santa Inês veja o que foi trabalhado em sala de aula com suas crianças e como o desfile cívico foi planejado.

O sincronismo entre o prefeito Ribamar Alves, a secretária de Educação, Concita Costa, coordenadores como Maria Amélia e Dejane Santos, os gestores e professores da creches destaca-se e pode ser facilmente percebido no resultado final de tudo o que vem sendo trabalhado. A Educação do município de Santa Inês está anos-luz à frente do que era.

MAIS FOTOS: 

Governo dá pontapé inicial para implantação do Centro de Educação Integral de Ensino Médio em Santa Inês

Uma reunião técnica definiu, nessa terça (21) e quarta-feira (22), no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema), estratégias para iniciar a instalação dos Centros de Educação Integral de Ensino Médio no Maranhão. 
Santa Inês, São Luis, São José de Ribamar e Timon serão serão beneficiados.

Os secretários de Estado da Educação, Áurea Prazeres, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, apresentaram os trabalhos desenvolvidos pelas duas pastas aos parceiros do projeto, o Instituto de Co-Responsabilidade pela Educação de Pernambuco (ICE Pernambuco), Instituto STEM e Instituto Sonho Grande.


Áurea Prazeres apresentou um panorama dos dados da educação do Estado e das atuais políticas educacionais. Sobre a implantação dos centros, ressaltou que este é um momento de planejamento entre Seduc, Secti e assessoria técnica do ICE Pernambuco. “Ano que vem serão instalados mais cinco centros de ensino integral no estado, o que significa uma nova metodologia, uma nova cara para o Ensino Médio no Maranhão”, afirmou.

De acordo com Igor Lima, o Instituto Sonho Grande mapeou cerca de 60 atividades em todo o Brasil e definiu duas para parceira, sendo uma delas o Centro de Educação Integral no Maranhão. “O desafio é grande, mas reunir os parceiros certos; se todos estiverem dispostos a trabalhar juntos, dá para reverter os números”, pontuou.

O novo conceito de educação se dá pelas atuais demandas educacionais, que exigem um ensino médio acadêmico com orientação vocacional e protagonismo juvenil, dando condições para que o estudante faça suas escolhas sobre a profissão que seguirá. Esses ideais estão inseridos na macropolítica de Educação do Governo do Estado, definida pelo Governador Flávio Dino, como Programa Escola Digna.

A construção dessa escola de ensino integral e integrado conta com a parceria da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Para o secretário Bira do Pindaré o trabalho de parceria é importante. “A união das de secretarias de Educação e Ciência e Tecnologia, com o know-how do ICE é um salto de qualidade para a educação pública”, disse.

Centros
Serão instalados cinco Centros de Educação Integral de Ensino Médio em quatro municípios: Santa Inês(1), São José de Ribamar (1) São Luís (2), Timon (1). Em São Luís, o CE Dr. João Bacelar Portela, no bairro Ivar Saldanha, e o CE Professor Mário Martins Meireles, em Pedrinhas, serão transformados em Centros de Educação Integral de Ensino Médio.

Santa Inês - Ribamar Alves viabiliza jornada de 30 horas para profissionais da Enfermagem


O Projeto de Lei 2295/2000 que Dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem aguarda votação em Plenário da Câmara dos Deputados. O PL altera a Lei nº 7.498, de 1986, fixando a jornada de trabalho em seis horas diárias e trinta horas semanais. 

O prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, considerando justa a reivindicação da categoria, decidiu não esperar o resultado da votação (a título de informação, o Projeto de Lei, de autoria do então senador Lúcio Alcântara  foi apresentado em janeiro de 2000) e, semelhante ao que já havia feito com os enfermeiros lotados no hospital do município, nesta quinta-feira (23), os técnicos de enfermagem também receberam a boa notícia de que vão trabalhar apenas 30 horas por semana.


"Esses profissionais lidam com vidas. Sendo assim, a redução da carga horária de trabalho é a maneira mais adequada para que nossos enfermeiros e técnicos de enfermagem atuem de forma mais segura e com qualidade, pois o trabalho exige concentração, conhecimento científico e atualização permanente", enfatizou o prefeito.

A novidade foi anunciada em reunião realizada no fim da manhã desta quinta-feira (23), entre representantes do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem de Santa Inês, a secretária municipal de Saúde, Ana Josélia Gaioso, e o o vereador Enfermeiro Victor, um dos grandes entusiastas das lutas dos profissionais da Saúde.




"Agradecer a Deus em primeiro lugar, a sensibilidade do prefeito Ribamar Alves e a nossa secretaria Ana Josélia Gaioso. Próximo passo os enfermeiros da UBS, pois os enfermeiros do Hospital e os técnicos de enfermagem já foram congratulados. Com o esforço e a luta dos citados acima, haveremos de avançar mais e mais. Parabéns amigos pelas suas lutas do dia a dia", finalizou o vereador.

Fortemente armados, bandidos espancam e roubam motorista de caminhão em Monção

Um caminhão de distribuição de gás de cozinha foi assaltado, nessa terça-feira (21), na zona rural de Monção, no Vale do Pindaré. O crime aconteceu na estrada que dá acesso à BR-316 e a povoados da cidade. Vários trechos essão desertos, o que facilita a ação dos criminosos. Os trabalhadores pretendiam entregar as encomendas de gás no povoado Boa Vista. Ao se aproximarem da entrada da comunidade, foram surpreendidos por seis assaltantes que saíram do matagal encapuzados e armados com escopeta, revólveres e facas.

Os criminosos atiraram contra o veículo e obrigaram todos a descer. Uma das vítimas conta que os homens agiram o tempo todo com violência e praticaram torturas e ameaças por mais de 30 minutos. O grupo revirou o veículo em busca de objetos de valor e, como nada foi encontrado, eles roubaram os celulares e o dinheiro das vítimas.

"'Ponharam nós' lá dentro do mato e ficaram torturando o motorista e ameaçando 'nós de morte. Eles pediam mais dinheiro. Perguntaram pro rapaz se ele tinha filhos. Eles bateram no motorista", revelou uma das vítimas.

O motorista foi o único agredido fisicamente. Depois da ação, os homens fugiram a pé pelo mato. As vítimas pediram socorro. A Polícia Militar foi avisada e se deslocou até o local.

Agricultores familiares de Santa Inês comemoram nova conquista

22 de julho de 2015

O prefeito Ribamar Alves fez questão de, pessoalmente, entregar mais 20 kits de irrigação e 8 caixas d'água a agricultores familiares de Santa Inês nesta semana. A parceria com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) fortalece ainda mais essa modalidade de produção no município. 

Mais um tópico do Programa de Governo de Ribamar Alves realizado com êxito: Incentivo e valorização dos pequenos produtores rurais de Santa Inês.


“Vai melhorar bastante. Porque um mecanismo com o esse facilita o manuseio da irrigação, já que, enquanto o gotejamento está acontecendo, a gente tá cuidando de outro serviço na lavoura, e que esse foi um passo bastante significativo da prefeitura, através da secretaria de agricultura, que era aguardado por eles já há bastante tempo”, ressaltou o agricultor José Ribamar da Conceição, residente no povoado Muriçoca, 

Ao lado de Ribamar Alves, na linha de frente, um dos grandes reponsáveis por manter os pequenos produtores rurais de Santa Inês em dia com as novas técnicas relacionadas aos plantios, o secretário de Agricultura do Município, Fabrício Morais Filho, faz visitas diárias aos agricultores. O suporte técnico especializado faz com que esses homens e mulheres do campo produzam mais e melhor. E por isso, eles comemoram!

A produtora de hortaliças Margarida Maria dos Santos já prevê aumento da renda familiar com o manejo econômico resultante do kit que ela recebeu das mãos do prefeito. "Com esses kits de irrigação, vamos aumentar nossa produção e a renda das famílias beneficiadas em nossa comunidade, já que antes a irrigação era feita manualmente o que dificultava o manejo da lavoura”.

O sistema de irrigação por gotejamento, dentre os diversos existentes, destaca-se pela sua alta eficiência de irrigação, sendo tecnicamente comprovado como um dos melhores, e tem como principal características o aumento da produtividade, com economia e racionalização da água.

De acordo com explicações do setor de Agricultura da Prefeitura de Santa Inês, a instalação dos kits é simples e pode ser feita pelo próprio agricultor para o cultivo de hortaliças, frutas e outros produtos. A passagem da água no gotejador é ampla e permite menos entupimentos e maior uniformidade na distribuição da água, tornando assim um equipamento de fácil manuseio e com economia de 50% a 70% de água e de 20% a 40% e fertilizantes.
Na ocasião, o prefeito Ribamar Alves, ressaltou o trabalho que vem sendo feito pela Secretaria Municipal de Agricultura e solicitou aos técnicos a implantação da feirinha noturna itinerante pelos bairros do município. A ideia agradou aos agricultores familiares, que concordaram com a nova forma de comercializar sua produção.


Estudante de Bom Jardim é medalhista de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática

21 de julho de 2015

O estudante de Bom Jardim, Thiago Pinheiro, é medalhista de ouro premiado na 10º Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A secretária adjunta de Ensino da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Ilma de Jesus, e a coordenadora da Obmep no Maranhão, Valdiane Sales Araujo, acompanharam o estudante na solenidade de premiação, que aconteceu nesta segunda-feira (20), no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Foram inscritas 46.712 escolas localizadas em 5.533 municípios. Thiago Pinheiro, que é da cidade de Bom Jardim, é um dos 572 estudantes maranhenses que receberam medalhas na Obmep referente ao ano de 2014.

Destes, quatro foram prata e 69 de bronze e 507 menções honrosas. Além da premiação nacional, a Seduc realizará uma premiação extra que vai contemplar além do estudante, gestores e professores.

Obmep 2015
A Obmep atingiu, neste ano, um novo recorde no número de escolas e municípios participantes. Em todo o país haverá escolas com alunos fazendo as provas da competição criada e coordenada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

Iniciada em 2005, a Obmep é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), e conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Procon divulga ranking dos menores preços de combustíveis praticados em Santa Inês

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) divulgou, nesta terça-feira (21), a relação de preços praticados sobre combustíveis nos postos de São Luís, Itapecuru-Mirim, Caxias, Estreito, Santa Inês e Imperatriz. O órgão publica, por meio de suas redes sociais e do portal do consumidor, o ranking semanal dos valores cobrados pela gasolina, etanol e diesel nestes municípios.


As informações são recolhidas por agentes de fiscalização locais por meio de dados fornecidos por consumidores, empresários e, também, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com o diretor-geral do Procon, Duarte Júnior, a pesquisa ajuda o consumidor na hora de abastecer. A medida, segundo ele, segue a diretriz do governo Flávio Dino no sentido de assegurar os direitos dos consumidores maranhenses. “Fornece informações sobre os preços disponíveis em diversos estabelecimentos de sua cidade. Por conta da pesquisa, a concorrência fica maior e os preços se tornam mais competitivos”.

Órgão, vinculado à Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), o Procon recomenda que os consumidores solicitem, no momento do abastecimento, o teste de qualidade da gasolina, que deve ser realizado obrigatoriamente pelo frentista. Outra recomendação do órgão é a exigência da nota fiscal.

Para ver o Ranking das outras cidades, clique no link abaixo:
http://www.procon.ma.gov.br/ranking-postos/ 

PUBLICIDADE

Secretaria de Estado de Igualdade Racial debate cotas raciais em Santa Inês nesta quinta, 23

O Governo do Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado de Igualdade Racial, realiza em Santa Inês, nesta quinta-feira (23), uma Audiência Pública sobre cotas raciais. O evento será realizado no auditório da prefeitura às 9h.

A finalidade é debater o Projeto de Lei proposto pela pasta para a adoção de reserva de vagas aos negros oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública estadual, das autarquias, das fundações públicas, das empresas públicas e das sociedades de economia mista controladas pelo Estado do Maranhão.

Embora vigore há uma década em alguns municípios, este tipo de ação afirmativa ganha mais espaço no debate público e na agenda governamental, especialmente com a adesão de estados como o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro, com a publicação do Estatuto da Igualdade Racial e, com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) relativa à ADPF 189, declarando a constitucionalidade de ações afirmativas com critério racial.

Santa Inês dá passo importante para garantia do direito à alimentação adequada aos moradores

O Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) é a garantia de que cada homem, mulher ou criança, quer vivam sozinhos ou em grupo, tenham acesso a alimentos adequados e saudáveis ou aos meios necessários para obter esses alimentos de forma permanente, sustentável e emancipatória. Esse direito está expresso no artigo 6º da Constituição Federal do Brasil (CF/1988, art. 6º).
Para assegurar que os moradores de Santa Inês, de fato, gozem desse direito, a Câmara de Vereadores de Santa Inês, em parceria com o prefeito Ribamar Alves, dá mais um passo pioneiro na história do município. Nessa segunda-feira (20), durante sessão extraordinária, os parlamentares aprovaram o Projeto de Lei nº 20, que dispõe sobre a criação do Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional do Município - de autoria do Legislativo Municipal. O Projeto foi aprovado por unanimidade. 
Presidente da Câmara de Vereadores de Santa Inês, Orlando Mendes (PDT)
Participaram da sessão o presidente da Câmara, Vereador Orando Mendes, a vereadora Professora Vera, o vereador Ademarzinho, Batista de Biné, Enfermeiro Victor, Antonio Silva, Clayton Maranhense, Irmão Machado,  Aldoniro Muniz. e a vereadora Otácilia Rios.

Como o município ja dispõe de uma Agricultura Familiar solidificada, o passo seguinte deve ser a ampliação dos já existentes diálogos com a comunidade a partir de propostas educativas que vão além do alimento e a alimentação, passando por sua produção, distribuição, e formas de promover articulações para o desenvolvimento local, em um arranjo sustentável.

Conferências e Conselhos relacionados à Segurança Alimentar e Nutricional também podem ser criados, além de firmadas parcerias com instituições privadas (com ou sem fins lucrativos) que manifestem interesse na adesão e que respeitem os critérios, princípios e diretrizes do Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, para ajudar na efetivação do Direito Humano à Alimentação Adequada aos moradores de Santa Inês.

Vale acima da Lei


Vale S.A. tenta de forma sórdida driblar a arrecadação tributária em municípios maranhenses.

PUBLICIDADE


Por Nathália Vigínia
Já não é mais novidade para os moradores dos municípios cortados pela estrada de ferro Carajás a postura de indiferença e desrespeito da empresa Vale S.A. diante dos problemas sociais, ambientais, econômicos, entre outros, criados por onde ela passa. Não bastasse isso, com o início das obras de duplicação da estrada de ferro Carajás, a Vale S.A. tem tratado nos últimos anos os municípios maranhenses como verdadeiros quintais de sua casa, fazendo o que quer, como quer, quando quer e sem pedir autorizações ou dar satisfações a ninguém. Vamos aos fatos:

Em 2011, a Vale, através da empresa Odebrecht retirou junto à prefeitura de Bom Jesus das Selvas, alvará para construção do canteiro de obras e para obras ferroviárias naquele município. Até aí, tudo bem. Em 2012, as obras de duplicação da estrada de ferro, que capacitará o transporte ferroviário em 150 milhões de toneladas por ano, são iniciadas. Do dia pra noite, a cidade de Bom Jesus das Selvas é ocupada por mais de 3.500 trabalhadores diretos e indiretos contratados para as obras. Como reflexo desta ocupação, observou-se: Aumento em mais de 60% dos casos de DST’s (doenças sexualmente transmissíveis), aumento no nível de prostituição, alto índice de inflação, principalmente na área de locação de imóveis, aumento de mais de 40% com os gastos na área da saúde municipal em decorrência do aumento nos atendimentos para a medicina curativa, entre outras coisas. Infelizmente, os reflexos decorrentes das obras de duplicação da ferrovia em Bom Jesus das Selvas, até agora são apenas negativos; fora isso, até hoje, a Vale usa a política de retenção do ISS das empresas prestadoras de serviços dentro do município sem mostrar de forma transparente o quantitativo de notas fiscais que levam ao recolhimento do referido tributo, limitando-se a apresentar apenas planilhas justificando o fato gerador do ISS. E o mais grave, no ano de 2013, a Vale não exigiu da empresa Odebrecht a renovação dos alvarás de obras da ferrovia; logo, o tributo não foi recolhido no município.

No ano de 2014, é iniciada outra fase da duplicação da EFC em Bom Jesus das Selvas, tendo a empresa Camargo Corrêa à frente das obras. Sob a orientação da Vale, a empresa Camargo Corrêa percorre diversos municípios, como Buriticupu e Bom Jesus das Selvas para retirar os alvarás, que permitam a retomada das obras de duplicação da ferrovia Carajás. Em bom Jesus das Selvas, há indícios de práticas escusas no processo de aquisição de um alvará de obras ferroviárias. Além disso, a Vale deixou de pagar por diversos meses o valor devido de ISS ao município, alegando migração entre sistemas de apuração interna. Após reclamação e ajuizamento, como num passe de mágica, a Vale efetua um depósito na conta da prefeitura e “empurra com a barriga” o assunto.

A postura da mineradora Vale S.A. no município de Alto Alegre do Pindaré não foi muito diferente da que foi adotada em Bom Jesus das Selvas. Senão igual, pode-se dizer que foi até pior. A Vale, através da empresa contratada Camargo Corrêa, realizou ao longo do ano de 2014 duas grandes obras dentro do município sem sequer comunicar ao poder público ou muito menos, recolher nenhum tipo de alvará para execução de obras. Foram realizadas: construção de ponte ferroviária sobre igarapé, na divisa entre o município de Alto Alegre com Buriticupu, duplicação de mais de 2 km de ferrovia dentro do território de Alto Alegre, com obras de supressão vegetal, terraplenagem, artes especiais e obras de ferrovia, todas estas executadas sem fornecimento de alvarás pelo poder público municipal; mais uma vez, falta de utilização de mão de obra local, contrariando o que foi amplamente divulgado e acordado com as comunidades impactadas e a municipalidade, entre outras coisas.

Enquanto nos municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás, no Pará, a Vale exige a contratação de no mínimo 80% de mão de obra entre moradores do município onde as obras estão sendo realizadas, no Maranhão, este percentual não passa de 50% e em alguns municípios, não chega a 40% de mão de obra local. No caso dos municípios de Tufilândia, Bom Jesus das Selvas e Buriticupu, para garantir a contratação de mão de obra local, foram necessários a intervenção dos prefeitos em diversas reuniões com a Vale e ameaças de paralização das obras por parte da população indignada, que em algumas ocasiões chegou a bloquear a ferrovia em sinal de protesto.

O ano de 2015 iniciou com a Vale realizando diversas obras em Alto Alegre do Pindaré sem a anuência do poder público ou o cumprimento de qualquer exigência legal, como se a mineradora fosse a dona do território e não devesse satisfações a ninguém.

Cansados de assistir aos desmandos e de esperar uma mudança de postura da Vale em relação aos municípios, as prefeituras de Bom Jesus das Selvas e Alto Alegre do Pindaré, no ano de 2015, resolveram fazer uma análise completa da atuação da Vale dentro dos municípios e, após esta análise concluíram entre outras coisas, que:

1) A Vale não comunicou oficialmente a municipalidade e nem sequer consultou seus técnicos a respeito das obras que realiza nos municípios;

2) A Vale não recolheu alvarás para realização de obras nos municípios;

3) A Vale não exige de suas contratadas e subcontratadas o aproveitamento de mão de obra local conforme teria sido acordado.

4) A Vale não recolhe o ISS devido em sua plenitude aos cofres municipais;

5) A Vale não realizou audiências públicas para validação dos viadutos a serem construídos ao longo da estrada de ferro Carajás;

6) A Vale faz obras de captação de agua do rio Pindaré e de supressão vegetal sem licenciamento e sem alvará de obra;

7) A Vale realiza obras de superestrutura ferroviária em Alto Alegre do Pindaré sem recolhimento de alvará.

Assim sendo, ao evidenciar a má fé da empresa Vale S.A. e suas contratadas quanto à questão tributária nos municípios, as prefeituras de Bom Jesus das Selvas e de Alto Alegre do Pindaré emitiram uma série de notificações a estas empresas. Numa atitude de desespero e desrespeito, a Vale respondeu às notificações, limitando-se a apresentar documentação informando que não há obrigatoriedade de retirada e recolhimento de alvarás para obras que se situam na faixa de domínio da ferrovia, contrariando o que diz o item 6.4 do manual de procedimento para permissão especial de uso de faixas de domínio, que garante em seu texto a observância e a obediência às leis e posturas nas esferas federais, estaduais e municipais, com especial atenção àquelas relativas ao meio ambiente.

Insatisfeita com a atitude das prefeituras, de exigir os documentos devidos, a Vale, em vez de reconhecer suas irregularidades e providenciar a documentação exigida e no intuito de intimidar e coagir a municipalidade nomeou cerca 17 advogados para representá-la junto aos municípios de Bom Jesus das Selvas e Alto Alegre do Pindaré, com o objetivo de driblar a lei. Em resposta a esta atitude truculenta da mineradora, a secretaria de meio ambiente de Bom Jesus das Selvas interditou as obras do canteiro da Camargo Corrêa no município até que todas as irregularidades sejam sanadas e todos os requisitos básicos para a execução sejam atendidos. A mesma medida foi adotada pela prefeitura na cidade de Alto Alegre do Pindaré.

É inaceitável que uma empresa do porte da Vale S.A. adote posturas distintas nos municípios por onde passa. Enquanto os municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás, no estado do Pará, recebem todos os tributos devidos, os municípios do Maranhão ficam à mingua, recebendo apenas as consequências negativas das obras executadas. Como resposta a esse desrespeito, a prefeitura de Bom Jesus das Selvas, através da prefeita Cristiane Damião Daher, informa que se manterá firme no propósito de exigir o cumprimento da lei e de defender os interesses da coletividade, e diz ainda que, ao contrário da Vale, não conta com a defesa de dezenas de advogados e sim com o apoio de mais de 35.000 habitantes, legítimos donos da terra e os mais atingidos pelo descaso, pois sofrem na pele as consequências geradas por esta postura de quem se acha acima da lei. Já o prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Atenir Ribeiro, ratifica as palavras da prefeita Cristiane Damião e reforça que não deixará que a Vale e suas contratadas pratiquem terrorismo e tentem intimidar a população com sua postura de “toda poderosa”. Está mais do que na hora de dar um basta nesta situação. Os municípios não estão pedindo favor, estão apenas pedindo respeito. E que se cumpra a lei. Será que isso é pedir demais pra uma empresa do porte da Vale S.A.?

 

Fale com o blogueiro

- Daniel Aguiar -
WhatsApp: (98) 9 8256 6682
Email: danielaguiarpereira@gmail.com

O que você procura?

Carregando...

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

WhatsApp do 7º BPM/Pindaré

OPORTUNIDADES

Tags