O patrulheiro da Polícia Rodoviária Federal (PRF) João Costa Veloso, de 69 anos, preso na madrugada de segunda-feira(18) quando tentava subornar dois motoristas, no posto de fiscalização de Santa Inês, estava sendo  investigado pela Corregedoria da PRF há cerca de seis meses pela prática de corrupção.
     Ele estava sendo investigado desde quando foi denunciado para a Corregedoria por acusação de cobrança de suborno a motoristas. 
     Segundo informações policiais, as pessoas que estavam sendo subornadas não tinham irregularidades no documento dos veículos e não possuíam problemas que poderiam ocasionar tal atitude do policial.
     Ainda na manhã dessa segunda-feira, Veloso juntamente com as duas vítimas encaminhados a sede da Polícia Federal, na Cohama, em São Luis. As vítimas foram ouvidas durante a manhã e depois liberadas; já Veloso prestou depoimento na tarde de ontem ao delegado Charles Sobreira dos Santos.
Com informações do Jornal Pequeno

Postar um comentário

Todos os comentários postados no Notas do Daniel Aguiar passarão por moderadores. O conteúdo dos comentários é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a nossa linha editorial.

 
Top